replaced http://meta.pt.stackoverflow.com/ with https://pt.meta.stackoverflow.com/
Fonte Link

"... estou vendo respostas grandes para perguntas sem contextualização, que é muitas vezes não traz uma resposta genérica, mas, sim um resposta especifica apenas a 1 usuário..."

Ai temos 2 questões: A resposta realmente responde o que foi perguntado? Se sim, o problema está na elaboração da pergunta provavelmente. Se não responde, a comunidade vai refletir isso nos votos. O ideal nesse caso, como um todo, é que as pessoas parem de votar (tanto up como down) em assuntos que não entendem, assim os votos refletirão a verdadeira qualidade da pergunta.

1) Até que ponto é benéfico a quantidade excessiva (muitas vezes) de explicação em uma resposta (questão)?

Desde que acrescente detalhes que façam alguma diferença no entendimento do assunto, melhor. Por outro lado, volta e meia também vejo muitos casos de parágrafos inteiros (e até printscreens em excesso), que só acrescentam tamanho na resposta, e poderiam ser ditos em 2 linhas de texto, mais objetivamente, ou explicações de assuntos bem diferentes do que foi perguntado (parecendo que a pessoa pesquisou correndo e adaptou sem entender do assunto). Neste caso, percebi que a comunidade tem votado de acordo, e o tamanho da resposta por si só não é suficiente para garantir bons votos.

Obs: no SOpt especificamente, nem sempre vota de acordo - tem alguns casos em que a pessoa não quer aprender, então ela vota no código pronto, e não em boas explicações. Infelizmente, pois isso desvaloriza um pouco a comunidade.

2) Seria uma forma de impor que a sua resposta é teoricamente melhor do que a do outro usuário?

Provavelmente, se a pessoa "encheu linguiça", deve ser uma tentativa disso. Mas as regras da Stack Exchange foram feitas de uma maneira que, apesar de não serem perfeitas, acabam não dando muito "lucro" pra falta de conteúdo.

Aqui no SOpt ainda não está tão bom, pois muita gente vota por aparência ainda, mas é só questão de maturidade da comunidade. Aí temos que ensinar a votar, em vez de questionar a liberdade de quem responde.

3) Sair do contexto da pergunta é bom até que ponto, porque, muitas vezes a pergunta não é clara e as respostas são "imaginativas", ou seja, ahhhhhhhhh eu sei o que ele ta querendo saber, não seria melhor adicionar comentários antes de responder finalmente?

Se sair do assunto, realmente não é bom. Mas nesses casos, há grande chance de outro responder objetivamente, e a pessoa que fez a resposta "enrolada" acabar ficando pra trás tanto nos votos quanto em accept (seja a resposta longa ou curta). Realmente, nada a fazer, senão educar a comunidade a votar com qualidade.

4) Ando vendo muitas respostas aqui com simplesmente experiências (assunto batido, mas, não resolvido) e uma chuva de Votos nessas respostas. Qual o sentido verdadeiro disso, ajudar ou simplesmente promover?

Creio que está bem explicado aqui: http://meta.pt.stackoverflow.com/questions/486/Good Subjective, Bad Subjective

Em resumo:

No meu ver, a questão levantada não é algo que realmente necessite de nenhuma providência específica, e realmente o sistema de votação e auto-moderação da comunidade teoricamente ajustará essas coisas com o tempo. Só está sendo um processo lento, pelo fato de aqui a comunidade estar sendo muito tolerante com abusos, o que me parece uma situação proposital da Stack Exchange para uma "nova experiência" com a nossa comunidade.

"... estou vendo respostas grandes para perguntas sem contextualização, que é muitas vezes não traz uma resposta genérica, mas, sim um resposta especifica apenas a 1 usuário..."

Ai temos 2 questões: A resposta realmente responde o que foi perguntado? Se sim, o problema está na elaboração da pergunta provavelmente. Se não responde, a comunidade vai refletir isso nos votos. O ideal nesse caso, como um todo, é que as pessoas parem de votar (tanto up como down) em assuntos que não entendem, assim os votos refletirão a verdadeira qualidade da pergunta.

1) Até que ponto é benéfico a quantidade excessiva (muitas vezes) de explicação em uma resposta (questão)?

Desde que acrescente detalhes que façam alguma diferença no entendimento do assunto, melhor. Por outro lado, volta e meia também vejo muitos casos de parágrafos inteiros (e até printscreens em excesso), que só acrescentam tamanho na resposta, e poderiam ser ditos em 2 linhas de texto, mais objetivamente, ou explicações de assuntos bem diferentes do que foi perguntado (parecendo que a pessoa pesquisou correndo e adaptou sem entender do assunto). Neste caso, percebi que a comunidade tem votado de acordo, e o tamanho da resposta por si só não é suficiente para garantir bons votos.

Obs: no SOpt especificamente, nem sempre vota de acordo - tem alguns casos em que a pessoa não quer aprender, então ela vota no código pronto, e não em boas explicações. Infelizmente, pois isso desvaloriza um pouco a comunidade.

2) Seria uma forma de impor que a sua resposta é teoricamente melhor do que a do outro usuário?

Provavelmente, se a pessoa "encheu linguiça", deve ser uma tentativa disso. Mas as regras da Stack Exchange foram feitas de uma maneira que, apesar de não serem perfeitas, acabam não dando muito "lucro" pra falta de conteúdo.

Aqui no SOpt ainda não está tão bom, pois muita gente vota por aparência ainda, mas é só questão de maturidade da comunidade. Aí temos que ensinar a votar, em vez de questionar a liberdade de quem responde.

3) Sair do contexto da pergunta é bom até que ponto, porque, muitas vezes a pergunta não é clara e as respostas são "imaginativas", ou seja, ahhhhhhhhh eu sei o que ele ta querendo saber, não seria melhor adicionar comentários antes de responder finalmente?

Se sair do assunto, realmente não é bom. Mas nesses casos, há grande chance de outro responder objetivamente, e a pessoa que fez a resposta "enrolada" acabar ficando pra trás tanto nos votos quanto em accept (seja a resposta longa ou curta). Realmente, nada a fazer, senão educar a comunidade a votar com qualidade.

4) Ando vendo muitas respostas aqui com simplesmente experiências (assunto batido, mas, não resolvido) e uma chuva de Votos nessas respostas. Qual o sentido verdadeiro disso, ajudar ou simplesmente promover?

Creio que está bem explicado aqui: http://meta.pt.stackoverflow.com/questions/486/

Em resumo:

No meu ver, a questão levantada não é algo que realmente necessite de nenhuma providência específica, e realmente o sistema de votação e auto-moderação da comunidade teoricamente ajustará essas coisas com o tempo. Só está sendo um processo lento, pelo fato de aqui a comunidade estar sendo muito tolerante com abusos, o que me parece uma situação proposital da Stack Exchange para uma "nova experiência" com a nossa comunidade.

"... estou vendo respostas grandes para perguntas sem contextualização, que é muitas vezes não traz uma resposta genérica, mas, sim um resposta especifica apenas a 1 usuário..."

Ai temos 2 questões: A resposta realmente responde o que foi perguntado? Se sim, o problema está na elaboração da pergunta provavelmente. Se não responde, a comunidade vai refletir isso nos votos. O ideal nesse caso, como um todo, é que as pessoas parem de votar (tanto up como down) em assuntos que não entendem, assim os votos refletirão a verdadeira qualidade da pergunta.

1) Até que ponto é benéfico a quantidade excessiva (muitas vezes) de explicação em uma resposta (questão)?

Desde que acrescente detalhes que façam alguma diferença no entendimento do assunto, melhor. Por outro lado, volta e meia também vejo muitos casos de parágrafos inteiros (e até printscreens em excesso), que só acrescentam tamanho na resposta, e poderiam ser ditos em 2 linhas de texto, mais objetivamente, ou explicações de assuntos bem diferentes do que foi perguntado (parecendo que a pessoa pesquisou correndo e adaptou sem entender do assunto). Neste caso, percebi que a comunidade tem votado de acordo, e o tamanho da resposta por si só não é suficiente para garantir bons votos.

Obs: no SOpt especificamente, nem sempre vota de acordo - tem alguns casos em que a pessoa não quer aprender, então ela vota no código pronto, e não em boas explicações. Infelizmente, pois isso desvaloriza um pouco a comunidade.

2) Seria uma forma de impor que a sua resposta é teoricamente melhor do que a do outro usuário?

Provavelmente, se a pessoa "encheu linguiça", deve ser uma tentativa disso. Mas as regras da Stack Exchange foram feitas de uma maneira que, apesar de não serem perfeitas, acabam não dando muito "lucro" pra falta de conteúdo.

Aqui no SOpt ainda não está tão bom, pois muita gente vota por aparência ainda, mas é só questão de maturidade da comunidade. Aí temos que ensinar a votar, em vez de questionar a liberdade de quem responde.

3) Sair do contexto da pergunta é bom até que ponto, porque, muitas vezes a pergunta não é clara e as respostas são "imaginativas", ou seja, ahhhhhhhhh eu sei o que ele ta querendo saber, não seria melhor adicionar comentários antes de responder finalmente?

Se sair do assunto, realmente não é bom. Mas nesses casos, há grande chance de outro responder objetivamente, e a pessoa que fez a resposta "enrolada" acabar ficando pra trás tanto nos votos quanto em accept (seja a resposta longa ou curta). Realmente, nada a fazer, senão educar a comunidade a votar com qualidade.

4) Ando vendo muitas respostas aqui com simplesmente experiências (assunto batido, mas, não resolvido) e uma chuva de Votos nessas respostas. Qual o sentido verdadeiro disso, ajudar ou simplesmente promover?

Creio que está bem explicado aqui: Good Subjective, Bad Subjective

Em resumo:

No meu ver, a questão levantada não é algo que realmente necessite de nenhuma providência específica, e realmente o sistema de votação e auto-moderação da comunidade teoricamente ajustará essas coisas com o tempo. Só está sendo um processo lento, pelo fato de aqui a comunidade estar sendo muito tolerante com abusos, o que me parece uma situação proposital da Stack Exchange para uma "nova experiência" com a nossa comunidade.

adicionou 228 caracteres ao conteúdo
Fonte Link
Bacco Mod
  • 93,9mil
  • 29
  • 57

"... estou vendo respostas grandes para perguntas sem contextualização, que é muitas vezes não traz uma resposta genérica, mas, sim um resposta especifica apenas a 1 usuário..."

Ai temos 2 questões: A resposta realmente responde o que foi perguntado? Se sim, o problema está na elaboração da pergunta provavelmente. Se não responde, a comunidade vai refletir isso nos votos. O ideal nesse caso, como um todo, é que as pessoas parem de votar (tanto up como down) em assuntos que não entendem, assim os votos refletirão a verdadeira qualidade da pergunta.

1) Até que ponto é benéfico a quantidade excessiva (muitas vezes) de explicação em uma resposta (questão)?

Desde que acrescente detalhes que façam alguma diferença no entendimento do assunto, melhor. Por outro lado, volta e meia também vejo muitos casos de parágrafos inteiros (e até printscreens em excesso), que só acrescentam tamanho na resposta, e poderiam ser ditos em 2 linhas de texto, mais objetivamente, ou explicações de assuntos bem diferentes do que foi perguntado (parecendo que a pessoa pesquisou correndo e adaptou sem entender do assunto). Neste caso, percebi que a comunidade tem votado de acordo, e o tamanho da resposta por si só não é suficiente para garantir bons votos.

Obs: no SOpt especificamente, nem sempre vota de acordo - tem alguns casos em que a pessoa não quer aprender, então ela vota no código pronto, e não em boas explicações. Infelizmente, pois isso desvaloriza um pouco a comunidade.

2) Seria uma forma de impor que a sua resposta é teoricamente melhor do que a do outro usuário?

Provavelmente, se a pessoa "encheu linguiça", deve ser uma tentativa disso. Mas as regras da Stack Exchange foram feitas de uma maneira que, apesar de não serem perfeitas, acabam não dando muito "lucro" pra falta de conteúdo.

Aqui no SOpt ainda não está tão bom, pois muita gente vota por aparência ainda, mas é só questão de maturidade da comunidade. Aí temos que ensinar a votar, em vez de questionar a liberdade de quem responde.

3) Sair do contexto da pergunta é bom até que ponto, porque, muitas vezes a pergunta não é clara e as respostas são "imaginativas", ou seja, ahhhhhhhhh eu sei o que ele ta querendo saber, não seria melhor adicionar comentários antes de responder finalmente?

Se sair do assunto, realmente não é bom. Mas nesses casos, há grande chance de outro responder objetivamente, e a pessoa que fez a resposta "enrolada" acabar ficando pra trás tanto nos votos quanto em accept (seja a resposta longa ou curta). Realmente, nada a fazer, senão educar a comunidade a votar com qualidade.

4) Ando vendo muitas respostas aqui com simplesmente experiências (assunto batido, mas, não resolvido) e uma chuva de Votos nessas respostas. Qual o sentido verdadeiro disso, ajudar ou simplesmente promover?

Creio que está bem explicado aqui: http://meta.pt.stackoverflow.com/questions/486/

Em resumo:

No meu ver, a questão levantada não é algo que realmente necessite de nenhuma providência específica, e realmente o sistema de votação e auto-moderação da comunidade teoricamente ajustará essas coisas com o tempo. Só está sendo um processo lento, pelo fato de aqui a comunidade estar sendo muito tolerante com abusos, o que me parece uma situação proposital da Stack Exchange para uma "nova experiência" com a nossa comunidade.

"... estou vendo respostas grandes para perguntas sem contextualização, que é muitas vezes não traz uma resposta genérica, mas, sim um resposta especifica apenas a 1 usuário..."

Ai temos 2 questões: A resposta realmente responde o que foi perguntado? Se sim, o problema está na elaboração da pergunta provavelmente. Se não responde, a comunidade vai refletir isso nos votos. O ideal nesse caso, como um todo, é que as pessoas parem de votar (tanto up como down) em assuntos que não entendem, assim os votos refletirão a verdadeira qualidade da pergunta.

1) Até que ponto é benéfico a quantidade excessiva (muitas vezes) de explicação em uma resposta (questão)?

Desde que acrescente detalhes que façam alguma diferença no entendimento do assunto, melhor. Por outro lado, volta e meia também vejo muitos casos de parágrafos inteiros (e até printscreens em excesso), que só acrescentam tamanho na resposta, e poderiam ser ditos em 2 linhas de texto, mais objetivamente, ou explicações de assuntos bem diferentes do que foi perguntado (parecendo que a pessoa pesquisou correndo e adaptou sem entender do assunto). Neste caso, percebi que a comunidade tem votado de acordo, e o tamanho da resposta por si só não é suficiente para garantir bons votos.

2) Seria uma forma de impor que a sua resposta é teoricamente melhor do que a do outro usuário?

Provavelmente, se a pessoa "encheu linguiça", deve ser uma tentativa disso. Mas as regras da Stack Exchange foram feitas de uma maneira que, apesar de não serem perfeitas, acabam não dando muito "lucro" pra falta de conteúdo.

Aqui no SOpt ainda não está tão bom, pois muita gente vota por aparência ainda, mas é só questão de maturidade da comunidade. Aí temos que ensinar a votar, em vez de questionar a liberdade de quem responde.

3) Sair do contexto da pergunta é bom até que ponto, porque, muitas vezes a pergunta não é clara e as respostas são "imaginativas", ou seja, ahhhhhhhhh eu sei o que ele ta querendo saber, não seria melhor adicionar comentários antes de responder finalmente?

Se sair do assunto, realmente não é bom. Mas nesses casos, há grande chance de outro responder objetivamente, e a pessoa que fez a resposta "enrolada" acabar ficando pra trás tanto nos votos quanto em accept (seja a resposta longa ou curta). Realmente, nada a fazer, senão educar a comunidade a votar com qualidade.

4) Ando vendo muitas respostas aqui com simplesmente experiências (assunto batido, mas, não resolvido) e uma chuva de Votos nessas respostas. Qual o sentido verdadeiro disso, ajudar ou simplesmente promover?

Creio que está bem explicado aqui: http://meta.pt.stackoverflow.com/questions/486/

Em resumo:

No meu ver, a questão levantada não é algo que realmente necessite de nenhuma providência específica, e realmente o sistema de votação e auto-moderação da comunidade teoricamente ajustará essas coisas com o tempo. Só está sendo um processo lento, pelo fato de aqui a comunidade estar sendo muito tolerante com abusos, o que me parece uma situação proposital da Stack Exchange para uma "nova experiência" com a nossa comunidade.

"... estou vendo respostas grandes para perguntas sem contextualização, que é muitas vezes não traz uma resposta genérica, mas, sim um resposta especifica apenas a 1 usuário..."

Ai temos 2 questões: A resposta realmente responde o que foi perguntado? Se sim, o problema está na elaboração da pergunta provavelmente. Se não responde, a comunidade vai refletir isso nos votos. O ideal nesse caso, como um todo, é que as pessoas parem de votar (tanto up como down) em assuntos que não entendem, assim os votos refletirão a verdadeira qualidade da pergunta.

1) Até que ponto é benéfico a quantidade excessiva (muitas vezes) de explicação em uma resposta (questão)?

Desde que acrescente detalhes que façam alguma diferença no entendimento do assunto, melhor. Por outro lado, volta e meia também vejo muitos casos de parágrafos inteiros (e até printscreens em excesso), que só acrescentam tamanho na resposta, e poderiam ser ditos em 2 linhas de texto, mais objetivamente, ou explicações de assuntos bem diferentes do que foi perguntado (parecendo que a pessoa pesquisou correndo e adaptou sem entender do assunto). Neste caso, percebi que a comunidade tem votado de acordo, e o tamanho da resposta por si só não é suficiente para garantir bons votos.

Obs: no SOpt especificamente, nem sempre vota de acordo - tem alguns casos em que a pessoa não quer aprender, então ela vota no código pronto, e não em boas explicações. Infelizmente, pois isso desvaloriza um pouco a comunidade.

2) Seria uma forma de impor que a sua resposta é teoricamente melhor do que a do outro usuário?

Provavelmente, se a pessoa "encheu linguiça", deve ser uma tentativa disso. Mas as regras da Stack Exchange foram feitas de uma maneira que, apesar de não serem perfeitas, acabam não dando muito "lucro" pra falta de conteúdo.

Aqui no SOpt ainda não está tão bom, pois muita gente vota por aparência ainda, mas é só questão de maturidade da comunidade. Aí temos que ensinar a votar, em vez de questionar a liberdade de quem responde.

3) Sair do contexto da pergunta é bom até que ponto, porque, muitas vezes a pergunta não é clara e as respostas são "imaginativas", ou seja, ahhhhhhhhh eu sei o que ele ta querendo saber, não seria melhor adicionar comentários antes de responder finalmente?

Se sair do assunto, realmente não é bom. Mas nesses casos, há grande chance de outro responder objetivamente, e a pessoa que fez a resposta "enrolada" acabar ficando pra trás tanto nos votos quanto em accept (seja a resposta longa ou curta). Realmente, nada a fazer, senão educar a comunidade a votar com qualidade.

4) Ando vendo muitas respostas aqui com simplesmente experiências (assunto batido, mas, não resolvido) e uma chuva de Votos nessas respostas. Qual o sentido verdadeiro disso, ajudar ou simplesmente promover?

Creio que está bem explicado aqui: http://meta.pt.stackoverflow.com/questions/486/

Em resumo:

No meu ver, a questão levantada não é algo que realmente necessite de nenhuma providência específica, e realmente o sistema de votação e auto-moderação da comunidade teoricamente ajustará essas coisas com o tempo. Só está sendo um processo lento, pelo fato de aqui a comunidade estar sendo muito tolerante com abusos, o que me parece uma situação proposital da Stack Exchange para uma "nova experiência" com a nossa comunidade.

Fonte Link
Bacco Mod
  • 93,9mil
  • 29
  • 57

"... estou vendo respostas grandes para perguntas sem contextualização, que é muitas vezes não traz uma resposta genérica, mas, sim um resposta especifica apenas a 1 usuário..."

Ai temos 2 questões: A resposta realmente responde o que foi perguntado? Se sim, o problema está na elaboração da pergunta provavelmente. Se não responde, a comunidade vai refletir isso nos votos. O ideal nesse caso, como um todo, é que as pessoas parem de votar (tanto up como down) em assuntos que não entendem, assim os votos refletirão a verdadeira qualidade da pergunta.

1) Até que ponto é benéfico a quantidade excessiva (muitas vezes) de explicação em uma resposta (questão)?

Desde que acrescente detalhes que façam alguma diferença no entendimento do assunto, melhor. Por outro lado, volta e meia também vejo muitos casos de parágrafos inteiros (e até printscreens em excesso), que só acrescentam tamanho na resposta, e poderiam ser ditos em 2 linhas de texto, mais objetivamente, ou explicações de assuntos bem diferentes do que foi perguntado (parecendo que a pessoa pesquisou correndo e adaptou sem entender do assunto). Neste caso, percebi que a comunidade tem votado de acordo, e o tamanho da resposta por si só não é suficiente para garantir bons votos.

2) Seria uma forma de impor que a sua resposta é teoricamente melhor do que a do outro usuário?

Provavelmente, se a pessoa "encheu linguiça", deve ser uma tentativa disso. Mas as regras da Stack Exchange foram feitas de uma maneira que, apesar de não serem perfeitas, acabam não dando muito "lucro" pra falta de conteúdo.

Aqui no SOpt ainda não está tão bom, pois muita gente vota por aparência ainda, mas é só questão de maturidade da comunidade. Aí temos que ensinar a votar, em vez de questionar a liberdade de quem responde.

3) Sair do contexto da pergunta é bom até que ponto, porque, muitas vezes a pergunta não é clara e as respostas são "imaginativas", ou seja, ahhhhhhhhh eu sei o que ele ta querendo saber, não seria melhor adicionar comentários antes de responder finalmente?

Se sair do assunto, realmente não é bom. Mas nesses casos, há grande chance de outro responder objetivamente, e a pessoa que fez a resposta "enrolada" acabar ficando pra trás tanto nos votos quanto em accept (seja a resposta longa ou curta). Realmente, nada a fazer, senão educar a comunidade a votar com qualidade.

4) Ando vendo muitas respostas aqui com simplesmente experiências (assunto batido, mas, não resolvido) e uma chuva de Votos nessas respostas. Qual o sentido verdadeiro disso, ajudar ou simplesmente promover?

Creio que está bem explicado aqui: http://meta.pt.stackoverflow.com/questions/486/

Em resumo:

No meu ver, a questão levantada não é algo que realmente necessite de nenhuma providência específica, e realmente o sistema de votação e auto-moderação da comunidade teoricamente ajustará essas coisas com o tempo. Só está sendo um processo lento, pelo fato de aqui a comunidade estar sendo muito tolerante com abusos, o que me parece uma situação proposital da Stack Exchange para uma "nova experiência" com a nossa comunidade.