7

Eu estava 'zanzando' pelo Stackoverflow, e a maioria das dúvidas de iniciantes, eram referentes a lógica. Como sempre, aqueles que querem ajudar pedem código, porém, se eles parassem realmente para ler a questão, deixava bem claro que era de lógica. Tenho a impressão que alguns usuários existe só para falar: "CADE CÓDIGO?" ou "PERGUNTA CONFUSA"

Enfim, voltando ao assunto, é permitido perguntar sobre lógica? Pois uma dúvida bem influente na vida do programador é " Como caral*** farei isso? ", principalmente dos iniciantes. E somente a experiência ajuda nisso. Pelo menos do meu ponto de vista.

13

Os principais problemas de perguntas de iniciantes que acabam recebendo comentários do tipo "CADE CÓDIGO?" ou "PERGUNTA CONFUSA" por parte de mim e de muitos outros usuários é porque:

  • Depois de ler e reler a pergunta várias vezes, não consigo entender o que raios que o usuário está perguntando.

  • O usuário faz uma pergunta tão vaga, genérica e superficial que a resposta pode ser praticamente qualquer coisa.

  • O usuário fala que está com um problema na função X porque ela recebe uma String Y lida do arquivo e este quando é processado no XPTO dá um SbrubblesException. Mas ele não posta o código de nada disso e todos ficam sem saber o que X, ou Y, ou XPTO.

  • O usuário posta um trecho de código ao invés de um código inteiro. Esse trecho usa umas trocentas variáveis, classes e etc que estão definidas sabe-se lá onde. Por vezes, o erro está fora do código que ele postou.

  • O usuário faz uma pergunta extremamente abrangente do tipo "Preciso de um sistema de cadastro de produtos, como posso fazer isso?"

  • O usuário posta um código confuso, enorme, complicado, sem explicação nenhuma de nada e diz apenas o seguinte: "deu erro". Quando vejo isso fico tentando imaginar que tipo de erro seria esse.

  • O usuário quer saber qual é a lógica para resolver um problema que ele não sabe direito o que é e que parece ser muito esquisito e incomum, tal como "de que forma posso ter uma variável dinâmica que muda de tipo dentro de uma string tridimensional?" Isso sempre é um caso de problema XY.

Enfim, essas perguntas são quase impossíveis de se responder, e é por isso que recebem esses tipos de comentários, votos de fechamento e votos negativos. Por vezes, alguém tem coragem em tentar postar uma resposta, e quase sempre esse acaba sendo um esforço em vão.

Veja também o manual de como NÃO fazer perguntas.

  • Concordei em muitos pontos seus, dei risada na maioria deles, da forma que você escreveu! rs, porém, descordei de dois: - O usuário faz uma pergunta tão vaga, genérica e superficial que a resposta pode ser praticamente qualquer coisa. - Bom, pelo fato de ser um iniciante, e o usuário conseguir enxergar 'muitas' formas de responder, por que não responder?? Isso ajudaria e muito, ou até mesmo, ajudaria a explicar a questão. Algo como " Não, não é isso que eu queria saber" sendo assim dando mais detalhes. – LTafarelo 30/10/17 às 20:52
  • - O usuário faz uma pergunta extremamente abrangente do tipo "Preciso de um sistema de cadastro de produtos, como posso fazer isso". - Foi uma pergunta muito parecida com essa que eu cheguei aqui. Por que essa resposta não é válida? Esse mês eu estava treinando PHP e pra isso, fazer um sistema de LOGIN. Não tinha a mínima idéia de como fazer isso. Tanto por lógica, quanto sintaxe. Talvez uma resposta de poucas linhas pudesse me ajudar. Por exemplo: - Tente usar SESSÃO, puxando os dados de uma tabela via SELECT! - Isso com certeza me ajudaria, pois eu teria um 'norte' a ser guiado. – LTafarelo 30/10/17 às 20:56
  • 6
    @LTafarelo As respostas podem ser muitas, contanto que sejam complementares, ou diferentes maneiras de resolver o mesmo problema. Mas a pergunta precisa ser uma só ;) Quando a pergunta é muito vaga ou genérica, ela aceita várias respostas porque pode ser interpretada de muitas maneiras. Nesses casos, preferimos esclarecer do que se trata antes de responder. Às vezes, a pergunta é fechada como ampla demais, e pode ser reaberta se os esclarecimentos vierem. – bfavaretto 30/10/17 às 21:00
  • 7
    "Tente usar SESSÃO, puxando os dados de uma tabela via SELECT!" – definitivamente esse não é o tipo de resposta que queremos. Cabe como comentário, ou no chat @LTafarelo – bfavaretto 30/10/17 às 21:01
  • 6
    Em geral quando a pessoa não consegue formular a pergunta não é que não sabe programação, mas sim tem dificuldades de organizar o próprio pensamento e/ou falta uma base de conhecimento muito anterior à necessária para programar. A pessoa não sabe cortar cebola e quer fazer alta gastronomia, aí não dá certo. Ainda assim a pessoa pode fazer um esforço extra para conseguir o que quer. Mas se a cebola não estiver cortada não vai sair nada. – Maniero 30/10/17 às 21:03
  • 4
    @LTafarelo Porque uma resposta do tipo "Preciso de um sistema de cadastro de produtos, como posso fazer isso?" continua sendo uma pergunta extremamente difícil de se responder pois o usuário não informa detalhadamente os requisitos. Qual é o banco de dados? Qual framework vai ser usado? Como vai ser modelado? Empresas? Distribuídores? Clientes? Endereço de entrega? Pagamentos? Alterações de preço? Descontos? Nota fiscal? Estoque? Tem aplicativo para celular? É algo tão abrangente que não dá nem para começar a responder. – Victor Stafusa 30/10/17 às 21:04
  • 3
    "O usuário faz uma pergunta tão vaga, genérica e superficial" - tipo, "quero aprender a programar com PHP, o que faço?" - Como você responderia isso? – Victor Stafusa 30/10/17 às 21:07
14

Sim, é permitido. O importante é a pergunta não sair do assunto do site e ser bem explicada – com código ou não –, de maneira que os outros consigam responder sem precisar chutar o que a pessoa está fazendo. O Victor Stafusa deu vários exemplos mais concretos desse tipo de problema na resposta dele.

  • Eu entendo isso, mas, um iniciante na programação tem muitas dúvidas, raramente vai saber se expressar com termos técnicos ou coisas do tipo. O que fazer com relação a isso? Por quê é fato que, "nenhuma dúvida é estúpida" ( como diria um professor meu ), e do meu ponto de vista os usuários são meio 'agressivos' quando não entendem a pergunta ou algo do tipo.. – LTafarelo 30/10/17 às 20:27
  • 1
    @LTafarelo sobre "agressividade": pt.meta.stackoverflow.com/q/5348/3635 – Guilherme Nascimento 30/10/17 às 20:29
  • Sim, eu entendo que tem formas de denúncia etc... O que não entendo é por que os usuários se sentem tão focados em "A PERGUNTA TÁ ERRADA" em vez de tentar entender o problema, ou até mesmo SUGERIR uma solução... Talvez apenas um "norte" seja suficiente para a pessoa que fez a pergunta, não? ** Quando digo 'agressivos', não digo no sentido literal da coisa, se não, com certeza denunciaria! – LTafarelo 30/10/17 às 20:33
  • 1
    @LTafarelo o link não fala sobre denuncia, e acho que você não esta entendendo o que estou tentando te passar, o problema não é se a pergunta é sobre lógica e ponto, o problema é que pergunta geralmente possuem outros problemas que só quem tem experiencia os nota, claro que existem exceções, aonde quem comentou exagerou mesmo, então o link que citei acima é sobre isso, sobre comportamento e não "como denunciar", afinal de contas nenhuma das situações discutidas aqui é digna de denuncia, só estamos discutindo sobre ser mais receptivo e o link acima creio que fala disto. – Guilherme Nascimento 30/10/17 às 20:35
  • 4
    Na verdade ninguém espera que novatos saibam usar termos técnicos. O que eles precisam fazer – e é uma competência útil na maioria das profissões – é se expressar com clareza, dar o contexto que a pergunta precisa para ser respondida. Tudo bem se a pessoa não fizer isso de cara, aí entram os comentários para a comunidade ajudar a pessoa a fornecer as informações necessárias (repito, não necessariamente código). – bfavaretto 30/10/17 às 20:44
  • 3
    Outra coisa importante é que, embora um dos objetivos do site seja sim ajudar o usuário específico que postou a pergunta, sempre procuramos gerar conteúdos que sirvam pra mais gente. Nessa linha, "dar um norte" para quem perguntou muitas vezes não basta. @LTafarelo – bfavaretto 30/10/17 às 20:45
  • 5
    @LTafarelo, eu sou um dos defensores de dar um norte, mas acontece que a paciência tem limites... Não por conta de um ou outro conteúdo ruim, mas devido a enchurada ruim que as vezes acontece. E também tem outro ponto que é o ônus da responsabilidade: quem pergunta quer ser ajudado, portanto ele deveria facilitar ao máximo o entendimento de quem pode vir a candidatar a responder. Não assuma que, por querer ajudar, somos obrigados a ler nas entrelinhas para poder ajudar. Se algo não ficou evidante e ofuscantemente óbvio, vou perguntar ou dar a sinalização de fechamento adequada – Jefferson Quesado 30/10/17 às 21:03
  • 1
    Exemplo de coisas que tentamos salvar, mas que não garanto termos paciência para conseguir: pt.stackoverflow.com/q/251135/64969 – Jefferson Quesado 31/10/17 às 0:29

Você deve fazer log-in para responder a esta pergunta.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .