60

Veja o resultado do sorteio aqui.


A equipe de moderadores do Stack Overflow em Português inspirou-se no concurso "Algoritmo de Ano Novo de 2019" (tradução livre :P) e também convida a comunidade a participar do...

🎉 🥂 🎊 Prêmio da Moderação de 2019 🎊 🥂 🎉

Um prêmio único

Note que esta não é uma promoção comum. O prêmio está sendo oferecido pela equipe voluntária de moderação do Stack Overflow em Português (isso mesmo... aqueles chatos que às vezes ficam em cima pedindo para melhorar as postagens).

Segundo as informações que recebemos do Stack Overflow, esta é a primeira vez que os próprios moderadores de um site premiam a comunidade, o que torna o nosso site ainda mais único do que nunca! 🙌

Agradecemos por fazer parte dele!

Requisitos para participar ✅

  1. Responda esta pergunta dizendo o que você planeja aprender em 2019, e que tenha alguma relação com linguagens de programação, algoritmos, ciências da computação, ou qualquer coisa a ver com nosso site.
  2. Ganhe pelo menos 50 pontos no mês de Janeiro com novas publicações, perguntando ou respondendo, no Stack Overflow em Português.

A resposta e os pontos serão contabilizados até à meia-noite de 31 de Janeiro, horário de Brasília. Apenas uma resposta por usuário será contabilizada.

Vencedores 🙋🏻‍♂️🙋🏽‍♀️🙋🏽‍♂️

Três respostas, cujos autores atendam aos critérios mínimos de pontuação, serão escolhidas por sorteio.

Prêmios 🏆 🏆 🏆

O ganhador que estiver no Brasil 🇧🇷 receberá um vale-presente de 💰 R$100,00 da Livraria Cultura.

Livros valem mais do que barras de ouro

Se estiver em outro país, um prêmio equivalente será avaliado de acordo com as opções locais.

A partir daí é com você! Não vai ter desculpas para aproveitar 2019 para tornar-se um profissional ainda melhor! 😜

  • 3
    Os 50 pontos devem ser ganhos no mês de janeiro, né? Acho que valeria clarificar isso... – carla 1/01 às 15:34
  • 2
    @carla Feito. Deve estar mais claro agora. – utluiz 1/01 às 19:59
  • 1
    Quero falar sobre duas coisas: não estou concorrendo aos prêmios, mesmo tendo feito algum esforço que possa parecer que eu esteja, este principalmente por razões óbvias. Eu posso participar do processo de escolha de quem receber (nem sei bem qual será o processo :) ), mas quero deixar claro que a premiação não é dada por mim. Não quero ter o crédito da generosidade de ter oferecido ele. E claro agradecer, acho que em nome da comunidade, pela generosidade. – Maniero 8/01 às 13:38
  • @utluiz Pontos ganhos no mês de janeiro apenas com publicações neste mês ou vale pontos ganhos em publicações antigas? – LINQ 9/01 às 20:06
  • @LINQ Excelente pergunta. Editei o post para esclarecer. Os pontos válidos são de novas publicações, já que a ideia é promover o engajamento. – utluiz 9/01 às 21:46
  • Quando vai ser sorteado? @_@ – LipESprY 2/02 às 19:36
  • 1
    @LipESprY-defolga- Vou ver se consigo publicar o resultado na segunda. – utluiz 2/02 às 19:42
  • 2
    Ansioso! Já até dei uma namorada em alguns livros... Kkkk – LipESprY 2/02 às 19:44
  • Resultado do sorteio: pt.meta.stackoverflow.com/q/7629/227 – utluiz 4/02 às 22:08
27

Segue o que pretendo aprender e os respectivos mottos para cada área de conhecimento:

Ferramentas: Ir Além da JVM.

Após mais de uma década trabalhando com Java, invariavelmente mergulhando em outras linguagens que rodam na JVM como Scala, Groovy e Kotlin meu objetivo esse ano é diversificar minha stack em ambiente profissional. Estou interessado em trabalhar com Python e Node.js, mesmo que isso signifique dar um "passo para trás" temporário em minha carreira. Eu tive uma breve experiência com Python em uma startup e adorei; infelizmente acabei saindo da empresa muito rapidamente e não deu tempo para absorver tudo o que aprendi. No meu tempo livre também estou brincando com Python para fins específicos. Já tenho inclusive um ambiente Spark montado (estive experimentando com sistemas distribuídos em Scala, agora devo focar em portar algumas das minhas aplicações toy para Python). Também tive uma excelente experiência desenvolvendo pequenos micro-serviços com .NET Core (no Linux, com o Visual Studio Code e o Rider), e, se conseguir, também gostaria de levar esses estudos em paralelo.

Técnicas: Rever fundamentos e me tornar um programador melhor.

Tive a sorte de ter mergulhado em DevOps, sistemas distribuídos e Cloud Computing já faz algum tempo (Slides de uma Palestra minha sobre o assunto em 2013). Isso me abriu excelentes oportunidades profissionais e iniciou um círculo virtuoso em que curiosidade e conhecimento ampliam oportunidades para experimentação e vice-versa (certamente recomendo esse caminho).

De forma mais rasa também molhei meus pés no mundo de Data Engineering e aprendi o que consegui sobre Big Data. Dentro das minhas limitações, aprendi até um pouco sobre Data Science.

Esse ano porém, razoavelmente liberto da necessidade de estudar "o assunto quente do momento", meu objetivo é voltar as raízes e trabalhar meu conhecimento de base. Em suma: Boas práticas de Desenvolvimento de Software, Design, Algoritmos, Redes e Arquitetura de Computadores.

Em especial, comprei o Clean Architecture (O último da série de livros "Clean" do Uncle Bob) e a segunda edição do Refactoring (que por decisão do Martin Fowler, usa JavaScript ao invés de Java). Também desenterrei a cópia de Cracking The Coding Interview que comprei em 2015. Para complementar, possuo acesso a uma biblioteca virtual com livros clássicos de computação. Está sendo divertido revisitar livros da época da faculdade (em versões atualizadas e em Inglês), já com maturidade para absorver melhor o que os autores estão tentando passar. Entre os destaques da categoria "Vale a pena ler de novo" estão: Computer Networking: A Top-Down Approach, Introduction to Algorithms e Computer Organization and Architecture.

Comportamento / processo / metodologias: Desenvolvimento "laboratorial": Experimentação -> POC -> MVP (ou morte!)

Agile agora é razoavelmente mainstream; como alguém eternamente desgostoso com o estado das coisas, tenho que fazer ecoar a palavra de Martin Fowler, e, até certo ponto, dar o braço a torcer para o Erik Meijer. A coisa não está funcionando como deveria. O entusiasmo de programadores e os valores do Agile, ao meu ver, foram subvertidos pela indústria em mais um produto para coaches e evangelistas. Em especial, Scrum parece ter virado o refúgio de muito gente que não entendeu a essência do Manifesto Ágil. A culpa não é "deles", é nossa.

Após anos experimentando novas áreas, trocando ou acumulando funções de liderança técnica, gerência de projetos, arquitetura de soluções e arquitetura empresarial eu fiz as pazes comigo mesmo e com o princípio de incompetência de Peter. Finalmente entendi quem sou e onde quero estar.

Dessa forma, volto a essência do modelo Jedi / Padawan (ou Sith Master e Sith apprentice; aqui não há discriminação de lado da força :D); algo que vale tanto para aprendizado quanto para execução.

Em 2019 eu gostaria de trabalhar com RTD, busco uma oportunidade com foco em experimentação e desenvolvimento de protótipos. Funciono bem trabalhando em pequenas células razoavelmente autônomas. Gosto de exercer o papel de mentor para programadores menos experientes, sinto também muita falta de um mentor mais experiente acompanhando o meu progresso. Em especial, me faz falta a presença de alguém que me ajude a explorar boas ideias e, por outro lado, saiba trabalhar meu entusiasmo quando for hora de parar de investir ou até mesmo jogar fora ideias que levarão a um beco sem saída.


Resumindo os pontos acima: Vejo 2019 como um ano para "reaprender" ferramentas e técnicas de base. Mais do que isso, é um ano para reaprender o que eu acho que sei, incluindo o que acho que sou e a forma como acho que devo aprender.

That's so Meta

  • 2
    By the way, @utluiz, estava preparando esse texto para postar em outra mídia. Porém, fiquei tão feliz em ver sua iniciativa que resolvi postar por aqui para dar uma força. Se você achar que o formato não está muito adequado me deixe saber. – Anthony Accioly 3/01 às 21:46
  • 5
    Grande post, e não estou falando do comprimento :) As pessoas deveriam prestar bastante atenção para ele. – Maniero 4/01 às 14:00
  • 3
    Excelente publicação. Eu também «sinto também muita falta de um mentor mais experiente acompanhando o meu progresso», já tive um durante os primeiros anos de trabalho e foi quando consegui aprender mais e melhor. – Jorge B. 4/01 às 16:32
  • 3
    @Jorge B., pois é, um grande mentor faz toda a diferença em qualquer área (é por isso que músicos, mesmo grandes virtuosos, costumam fazer "aulas", ao menos semanalmente com um professor que eles respeitem). Ano passo tentei um desses programas de mentoring voluntário mas não foi bem o que eu esperava. Esse ano, se acabar pulando de galho novamente, pretendo valorizar oportunidades de aprendizado e mentoring mais do que salário ou título. Acho que essa ideia casa bem com a outra de trabalhar com linguagens com as quais estou menos familiarizado. – Anthony Accioly 4/01 às 18:32
  • 2
    @AnthonyAccioly Excelente post e muito detalhado! Um engajamento assim faz tudo valer ainda mais a pena! :D – utluiz 4/01 às 19:34
26

Vou finalmente fazer aquele mestrado em computação que venho adiando faz 3 anos.

gato sem mexendo no computador com legenda I have no idea what I'm doing

  • 3
    O gato é o melhor! A propósito, também to enrolando um mestrado, só que ainda não ganhei a disposição para ir atrás dele, hahaha – Jefferson Quesado 9/01 às 12:53
21

Desktop

Quando eu era um filhote sempre desenvolvia apps voltados para Desktop.

cat computer

Backend

Depois que eu cresci, passei a me aventurar no mundo Web só que focado em desenvolvimento Backend, mas sem me aprofundar muito em HTML, CSS e Javascript.

cat foco

O que vou aprender em 2019

Agora neste ano, vou me focar mais em HTML, CSS e Javascript e também irei me aprofundar nos princípios do protocolo HTTP que é de extrema importância para quem quer ir para este ramo. Então, muitas perguntas nessas tags iram surgi ;D!

E com este dinheiro vou comprar livros relacionados as essas tecnologias que pretendo aprender.

cat money

E vamos lá :D

cat code

  • 4
    A Carla usou uma foto de gato e tem a maior pontuação, e então você chega com o nickname de gato, com uma foto de gato e ainda por cima faz uma pergunta com 4 fotos de gatos, sua pontuação vai subir igual um foguete (Isso é desleal rsrs) – Wictor Chaves 14/01 às 16:39
  • 1
    Fui obrigado a da +1 – Wictor Chaves 14/01 às 16:40
  • 2
    @WictorChaves Purrr Purrr! – gato 14/01 às 23:33
  • 2
    Chegar no 10K que é bom, nada? :P – Maniero 15/01 às 13:16
19

Quero focar mais nos estudos em JavaScript para poder aprender a trabalhar com GSAP/TweenMax e criar formar mais dinâmicas de interagir com SVGs e animações CSS.

inserir a descrição da imagem aqui

  • Utilizo muito em AS3, é uma ótima biblioteca de animação :) – bio 8/01 às 16:49
  • @bio AS3 ainda existe? xD. Brincadeiras a parte tb já trabalhei um pouco com Flash. Mas ainda bem que o SVG vai para preencher algumas lacunas que ele deixou! – hugocsl 8/01 às 17:00
  • 1
    ainda existe, mas não faço mais serviços pra web, só pra digital signage. E sim, ainda bem que surgiu o html5, bora lá! \o/ – bio 8/01 às 17:22
18

Em 2019... quero acessar o lado negro da lua.

inserir a descrição da imagem aqui

Brincadeiras a parte, o efeito óptico apresentado na capa do álbum representa muito bem meu objetivo este ano: refração. Vejo e, principalmente, admiro muito a capacidade que alguns usuários do Stack Overflow possuem de distribuir conhecimento, seja fazendo perguntas pertinentes à comunidade, seja elaborando excelentes respostas.

Utilizo o Stack Overflow basicamente porque ele une com maestria três das coisas que mais gosto:

  1. Aprender;
  2. Ensinar;
  3. Python;

Neste ano - mas não limitado a ele - pretendo aprimorar minhas habilidades em ensinar, de modo que eu possa ainda mais colaborar não só com a comunidade do site, mas com a comunidade de programação por completa. Acredito que tenho potencial para colaborar com muito mais do que faço atualmente e pretendo explorar esse potencial. Aprimorar o processo de converter (ensinando) algo que parece complexo de forma simples.

O efeito de refração apresentado pelo prisma basicamente transforma a luz branca, complexa e concentrada, espalhada por todo o espectro de frequência, em feixes espalhados espacialmente cuja faixa espectral é bem mais curta. Trabalhar com uma faixa de frequência menor é mais fácil que quando considerado todo o espectro. O mesmo efeito físico pode ser aplicado à programação. Muitas vezes a forma como certo assunto é abordado já funciona como prisma, deixando aquilo que inicialmente era enigmático e complexo em algo simples e compreensível. Com certeza você já passou por alguma resposta assim aqui no site.

A capacidade de refração de um prisma depende diretamente do material que é feito, assim como a capacidade de transmitir conhecimento depende diretamente do conhecimento que cada um possui. Assim, para aprimorar minha capacidade em ensinar, terei que estudar muitas vezes mais. Um investimento de R$ 100,00 em livros será de grande ajuda :D

  • 8
    Já que vai de Lua pode começar por aqui: lua.org :P – Maniero 10/01 às 12:40
17

Meu plano para 2019 é aprender computação gráfica, usando preferencialmente o Vulkan.

Eu sempre pensei em fazer alguns jogos do estilo Tycoon (como RollerCoaster Tycoon, Sid Meiers Railroads!, Locomotion, OpenTTD, Rise of Industries...). Infelizmente, esse tipo de jogo morreu, não há bons jogos sendo lançados e cada vez tenho mais vontade de criar um.

Entretanto, eu não faço a menor ideia de como desenhar um pixel na tela. O meu maior problema sempre foi não me adaptar em nenhuma engine existente no mercado (como Unity, Unreal Engine, Godot...), nunca tive paciência para aprender a usa-la.

Para mim passou a se tornar estranho. Eu sei programar (bem, ou mal), mas eu não programar um código que para mostrar um mero quadrado no meio do monitor. Meu objetivo em 2019 se tornou justamente entender como as imagens são mostradas e como são criadas, e talvez, criar um jogo de gerenciamento.


Se eu lembrar, voltarei aqui no final de 2019 para dizer se realmente conseguir aprender isso ou não.

  • 3
    Tb adoro esses jogos e sempre quis fazer algo na linha, mas vai ficar na vontade mesmo :) – Maniero 3/01 às 12:23
  • 1
    Cities XXL é o primeiro mais ou menos recente que me vem à cabeça, se bem que nunca o joguei, apenas joguei o primeiro Cities XL. Mas concordo plenamente que o tipo quase morreu, e ha muito tempo atrás era um estilo muito forte no mercado. Em relação à aprendizagem acho que compensa sempre bem mais aprender a fazer do zero, antes de utilizar um engine, para a pessoa ter uma mínima noção do que está por trás. – Isac 6/01 às 22:02
  • Eu também curto esse tipo de jogo, estava até vendo o openRCT2 esses dias. – Renan Gomes 8/01 às 12:16
  • 1
    Sugiro uma espiada em godotengine.org – Bacco 8/01 às 13:13
  • 1
    @Renan Por falar em opens um que eu joguei não há muito tempo e que meu deu grande nostalgia foi o OpenTTD. Na altura quando saiu, o original claro chamado Transport Tycoon, foi um sucesso e um dos primeiros do gênero. – Isac 10/01 às 14:56
16

Eu gostaria de aprender a trabalhar com machine learning em . Assim, eu compararia os resultados de python com (que já conheço muito bem) e verificaria se, para as minhas necessidades, faz diferença mudar a linguagem que utilizo.

  • 1
    recomendo um canal no youtube: canal sandeco – Leila 8/01 às 16:22
15

Comecei minha carreira como desenvolvedor recentemente, trabalhei muito tempo com suporte e surgiu uma oportunidade para trabalhar como desenvolvedor, a principio fiquei receoso mas abracei este desafio e hoje estou trabalhando com C#.

E esta foi a melhor decisão que fiz na minha vida! Definitivamente eu encontrei a área de atuação para a minha vida, hoje estou aprendendo C# ( já que estou trabalhando com isso), mas estou me aprofundando no Angular, já que o mercado está quente e eu não quero mais parar de programar.

inserir a descrição da imagem aqui

14

Comecei minha carreira a 1 ano atrás trabalhando com Java ( JSF, JPA, PrimeFaces ... ), atualmente minha empresa possui um sistema legado e monolítico bem grande. Foi proposto quebrar esse sistema em microservices porém o custo/complexidade ficou inviável.

Gostei bastante desta arquitetura e em 2019 pretendo me aprofundar na stack Spring, microservices, DevOps. Quero seguir esta trilha !

inserir a descrição da imagem aqui

14

Quero aprender mais sobre .Net Core, EF Core, Angular, Node.js. e Docker.

14

Pretendo aprender Ada (fiquei fascinado pelo o que é possível fazer com esse linguagem na area de sistemas de defesa)e aprofundar meus conhecimentos em C++

  • 1
    sistemas de defesa da área de segurança da informação? – Leila 8/01 às 16:20
14

Comecei um estágio em desenvolvimento com .Net, pretendo entender a fundo como o MVC funciona e como as coisas se relacionam (parece bem confuso até agora), e assim aprender mais C# e Javascript, além de outras coisas como Ajax, AngularJS, NodeJS. Também quero aprender mais banco de dados na prática, vi na faculdade mas ainda não sei usar muito bem.

13

Gostaria de me dominar profissionalmente C++ voltado para área de engenharia de software e ciência da computação

13

As minhas ultimas experiencias profissionais foram com php, agora estou trabalhando com C#, como trabalho principalmente com web, como consequência adquirir algumas experiencias com Html, Css e Javascript.

Estou aprendendo Angular e aproveitando o embalo fazendo algumas coisinhas utilizando Ionic.

E em paralelo a isso tudo, estou fazendo a minha pós-graduação.

Mas o que eu vou aprender este ano é Django! Comecei a programar utilizando Python e me apaixonei pela linguagem, como trabalho a mais tempo com web, acredito que este é o caminho ao qual eu devo seguir, queria aproveitar este ano para aprender mais sobre Django, já fiz alguns projetos e comprei alguns cursos na Udemy.

Minha intensão era começar no final de 2018, porem troquei de emprego, e tive que aprender o mais rápido possível sobre C# e Angular, mas em 2019 vou continuar minha caminhada para aprender Django!

12

Pretendo me aprofundar em C++ e aprender Aprendizado por reforço.

12

Quero mergulhar de cabeça nos conceitos da cultura DevOps de forma que possa aplicar na empresa que tô atualmente, além de reforçar a base (Sistemas Operacionais e Algoritmos) e só depois disso partir para as ferramentas.

Em linguagens quero aprofundar Python e Golang e ferramentas quero aprofundar Jenkins, Docker(principalmente reforçar docker-compose), Ansible, K8s e a stack de monitoramento ELK.

E não menos importante, quero contribuir com mais qualidade no SOpt (e outras comunidades) com esse conhecimento novo que for adquirindo :D

  • Eu fugiria do mordomo, procuraria outra saída de CI, como o gitlab ou o travis... – Jefferson Quesado 10/01 às 10:05
  • Então.. já uso o Travis pra alguns projetos abertos (curti bastante a simplicidade inclusive), e o gitlab CI usei pouca coisa no community, com os runners compartilhados, não tive bons resultados, então acabei optando pelo mordomo, por ele ser 'orientado a plugin' tem facilitado muito minha vida :D – Tuxpilgrim 14/01 às 20:56
12

Este ano fiquei bem focado em linguagens como , e . Em 2019 planejo aprender e me aprofundar em muitas coisas, como , , e .

Planejo também contribuir mais em códigos abertos no github e começar novos projetos open source.

inserir a descrição da imagem aqui

  • 2
    Esse meme ficou excelente :D – Isac 6/01 às 22:06
11

Gostaria muuuuito de aprender mais sobre .Net Core, DevOps e Docker!

11

Muitas vezes entro na listagem de perguntas da comunidade relacionadas a linguagem que eu "domino", vejo que cada vez sei menos ainda, todo dia aprendendo algo novo.

Eu planejo aprender mais e me especializar em .NET pra conseguir ajudar de fato as pessoas da comunidade como elas me ajudam e alavancar minha carreira.

11

Quero aprofundar na linguagem Python para programar em Rapberry/Arduino mesclando com a vontade louca de entender mais sobre eletrônica. Quem sabe de vez em quando voltar a ler/estudar Javascript por puro prazer de aprender novas linguagens.

Pretendo reforçar a ideia de que "só sei que nada sei" e sempre aprender, gostei muito de participar deste site que é referência em termos de conhecimento ensinado.

11

Quero aprender a programar jogos, vou tentar me dedicar esse ano a aprender.

  • 2
    pesquisa sobre game maker e unity ;) – Leila 8/01 às 16:20
  • eu iria de unrealEngine para o 3d e gameMaker2 para o 2d – HudsonPH 22/01 às 8:21
11

Em 2019 pretendo aprofundar mais meus estudos em Javascript, com um foco maior em angular e react, pretendo ajudar bastante as duvidas do site que estão dentro do meu conhecimento, mesmo ainda que não tenho nem 1 ano de casa na área de programação, pretendo ajudar a todos que eu conseguir, espero que meus esforços esse ano me deixem mais perto de conseguir o titulo de MVP que é uma de minhas metas de carreira, pretendo fazer minha primeira viagem para fora do Brasil, aprender inglês para aprimorar e facilitar meus estudos como programador. Espero acima de tudo que meus planos deem certo e vou fazer de tudo para que isso se concretize é isso, no final tudo da certo :) .

10

Estou pensando seriamente em entrar de cabeça na linguagem JavaScript voltada a Node.JS, React.JS e React-native.

JavaScript tem sido tendência!

10

Já passou por aquela fase em que olhou para si mesmo e pensou: "e aí, o que eu realmente sei?" pois é, trabalhei por um ano e meio desenvolvendo em c# numa empresa que não era de TI, com uns caras que não eram exatamente programadores e sendo olhando pelos gerentes sempre como parte do centro de custo da empresa, que não merece investimento, fazendo basicamente as mesmas coisas todos os dias, até que percebi que eu estava decretando a minha morte profissional se continuasse daquele jeito. Procurei um emprego novo, descobri que a vida não é apenas fazer crud, que há uma infinidade de possibilidades e linguagens que podem conversar entre si. No final de 2018, já no novo emprego, comecei a trabalhar também com React, e em 2019 pretendo me aprofundar nessa biblioteca, assim como pretendo aprender Angular e Node, além de outras "peças" do .NET framework como SignalR, etc. Bom, por hora é isso, e vamos lá.

  • 1
    Que bom que conseguiu um emprego melhor, sucesso nessa nova jornada :) – Leila 8/01 às 16:19
  • 1
    @Leila Obrigado :) – Ricardo Alves 9/01 às 13:07
10

Em 2018 estudei Python e OpenCV, mas ainda da para aprender muita coisa. Então pretendo aperfeiçoar na linguagem Python e aprender novos algoritmos do OpenCV.

Este ano iniciei estudando PCL (Point Cloud Library) em conjunto com um sensor LiDAR 2D e pretendo iniciar os estudos de Inteligência Artificial da Udacity.

9

Atualmente estou trabalhando com desenvolvimento web, tenho uma curso técnico no qual aprendi bastante coisa sobre PHP, HTML, CSS. Mas infelizmente o curso não focou muito em JavaScript, por isso quero aprender mais sobre a linguagem, consigo me virar com o pouco que já sei mas toda vez que eu preciso usar eu passo um sufoco rsrs.

9

Meus objetivos para 2019

  • Design Patterns: MVC, MVP e MVVM
  • Desenvolvimento Mobile
  • Desenvolvimento WEB
  • Python

Sobre os conceitos envolvidos nestes assuntos até entendo merreca, mas nunca coloquei em prática.

8

Em 2019 espero adquirir razoável fluência em Python e também aprender C e C++.

8

Meta de aprendizado para 2019

enter image description here

Fonte da imagem

Acho interessante delimitar algumas metas de aprendizado para 2019, esse desafio é bem pertinente já que vai ao encontro dos meus objetivos profissionais para esse ano de além de dominar alguma nova tecnologia de desenvolvimento é o da possibilidade de ingressar na minha primeira vaga de emprego como desenvolvedor.

O que aprendi até agora

Olá para todos, eu me chamo Antônio, tenho 30 anos e sou recém formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, vim de uma vida cheia de altos e baixos e não sou um desenvolvedor nato com muitos que já iniciam logo na adolescência e tenho pouco mais de 5 anos de prática com programação.

Como ainda não desenvolvi nada profissionalmente e possuo somente a experiência do meu projeto experimental de graduação, senti a necessidade de conhecer novas tecnologias com as quais eu fosse mais afim e que me trouxessem possibilidades mais versáteis de como desenvolver soluções para possíveis novos empregos e clientes.

Ano passado da segunda metade do ano até agora eu foquei um pouco mais em adquirir intimidade com o Linux e usei um pouco do Antergos, Ubuntu, Kubuntu e Manjaro Linux e como configurar um ambiente de desenvolvimento nesses Sistemas operacionais afinal nem sempre eu poderei escolher com qual sistema operacional eu irei trabalhar em uma empresa e por isso eu dei certa atenção ao linux.

O que vou aprender esse ano

Já esse ano de 2019 meu foco está mais front-end, quero desenvolver mais minhas habilidades de web design e viver algo mais criativo e por isso escolhi o React Js como foco de estudos. Eu já tenho certa intimidade com GIMP e Inkscape e por isso eu faço todo o wireframe das minhas interfaces sem grandes dificuldades e o que me falta mesmo é modelar tudo em React.

As tecnologias que eu pretendo masterizar junto ao React são o Apollo GraphQL, o styled-components e o Mongo DB, então pode se dizer que esse ano eu vou usar muito HTML, CSS e JS e desenvolver algo bonito, rápido e de preferência algo que vá além de somente uma interface bela, eu quer que seja útil.

Como eu estudei muito de blockchain, a cereja do bolo na minha aplicação será tudo em um banco descentralizado hosteado em um blockchain da Steem, sendo alimentado por uma API GraphQL para postar em um blog em um domínio gratuito, com custo zero e acessível para qualquer um que quiser um blog sem gastar nenhum dinheiro e com a garantia de que seus dados estão seguros em um blockchain que possui segurança impenetrável.

2019 é um ano de me desenvolver com o que tem de melhor no mercado e por isso que escolhi React, eu gosto muito desse espírito de Hype da tecnologia que é muito bom para gerar comunidade, documentação e o principal que é o network que eu tanto desejo construir.

Além das tecnologias acima citadas espero melhorar meu speaking em inglês que ainda é meio travado.

Um forte abraço a todos e espero que consigam aprender tudo que estão planejando nesse ano cheio de otimismo e novos projetos.

7

Trabalhei como técnico em informática, mas o meu real desejo era trabalhar com desenvolvimento, comecei por conta própria com Visual Basic e logo consegui um estágio para trabalhar com Java, em uma oportunidade trabalhei como DBA, aprendi bastante sobre Sql Server e hoje trabalho com C#, quero continuar me aprofundar no C#, mas também quero aprender Angular e para isso estou buscando aprender Javascript.

Então caso eu ganhe vou investir todo o dinheiro em livros sobre Javascript e Angular, já que C# eu já estou evoluindo onde trabalho.

Você deve fazer log-in para responder a esta pergunta.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .