Acho que aqui vai servir bem pra explicar a motivação de eu ter feito a sala de chat não apenas de C#, mas de ASP.NET, ASP.NET MVC, Razor, Entity Framework, etc, etc, etc.

Como se pode ver, as tecnologias são combinadas. Grande parte das perguntas envolve normalmente 3 tags ou mais. Se fosse apenas para C# eu nem criaria a sala, mas montar um site utilizando as tecnologias envolvidas é mais complexo. Envolve configuração, boas práticas, estudar algum material específico, e assim por diante. 

Quando alguém que não mexe com a tecnologia abre uma pergunta, acontece de o autor da pergunta, em vários casos, usar uma visão não-MVC em cima de uma aplicação MVC, aplicar um tutorial errado e vir pedir ajuda, teimar em usar uma coisa fora do padrão alegando "que está no padrão", e por aí vai. Vou listar os clichês mais recorrentes e comentar sobre eles:

> "Fiz uma aplicação ASP.NET MVC, configurei para MySQL mas não funcionou."

Diversos problemas aqui. 

A aplicação ASP.NET MVC vem configurada por padrão com Microsoft SQL Server LocalDb, que é uma variação do SQL Server que não precisa de instalação. Trocar pra MySQL "porque acho melhor" é um problema terrível. As pessoas pescam tutoriais de internet, de YouTube, e vêm pra cá quando não funciona. O correto seria pelo menos fazer o tutorial até o fim, pra então trocar o provedor de acesso a dados seguindo um passo-a-passo. Se quiser usar MySQL, ok, mas há uma cadência de aprendizado que deveria ser seguida. 

O melhor é terminar com "mas não funcionou". A turma pensa que a gente tem bola de cristal ou que consegue ver o que tá aparecendo na tela deles.

> "Estava implementando minha camada de repositório em cima do Entity Framework, mas estou com o seguinte problema: <coloque aqui um problema que normalmente acontece com a separação de camadas>".

Este é bem comum e me irrita bastante, sobretudo porque [vejam quantas vezes já precisei explicar que o Entity Framework já implementa um repositório, e o quanto esse tipo de esforço é inútil](http://pt.stackoverflow.com/search?q=user%3A2999+entity+framework+reposit%C3%B3rio). O pior é que o autor da pergunta joga aquele super argumento: "Fulano que é MVP falou pra fazer assim", ou fica teimando porque quer que quer usar o padrão repositório pra aplicação dele ficar "super segura, elegante e padronizada". 

Está **errado**. Ponto. Se estivesse certo, ele teria colocado uma versão completa do ponto de vista dele. Ainda assim, a chance de ser algo prolixo e inútil é bem grande. 

Fora de brincadeira: já levei **meses** conversando com alguns aqui pra convencer que tá errado usar certas coisas que são tidas como consensos inquebráveis de práticas de programação, e que são completamente erradas. 

> "Sou iniciante, estou tentando fazer um sistema assim, assim e assado. Não faço a menor ideia do que usar ou como fazer. Podem me ajudar?"

Esta pergunta, a meu ver, é boa. O site não concorda. Normalmente uma pergunta dessas é apontada como fora de escopo, ampla demais ou baseada em opiniões. Os bons samaritanos votam pra fechar, a pergunta é fechada, o autor da pergunta fica puto e sai falando cobras e lagartos do site. 

Acho que não ter um ponto de partida e pedir ajuda é saudável. O site tem um espírito intransigente com esse tipo de pergunta, principalmente com tipos de respostas que as pessoas devolvem: "Pesquisa no Google", "Vá atrás de tutoriais", "Veja no site da Microsoft". Isto é **péssimo**. Como usuário novato, eu ficaria triste com comentários assim. Não foi com esse objetivo que procurei o site. Foi com o objetivo de conseguir uma informação de gente mais gabaritada que eu. 

O chat é pra isso. Pra coisas que não cabem em perguntas. Pra não ter que abrir uma sala cada vez que alguém tem dúvida e a pergunta/resposta acaba tendo 50 comentários. O *transcript* cumpre bem a função de histórico. Centralizar a informação. Reunir as pessoas. Trocar informações rapidamente. 

Acho pertinente criticar a motivação. Acredito que agora os motivos estejam um pouco melhor expostos.